PARAÍBA

Fundação Governador Flavio Ribeiro Coutinho esclarece denúncia contra maternidade de Santa Rita e fala de medidas adotadas


A presidente da Fundação Governador Flávio Ribeiro Coutinho, Irmã Suely de Lima, falou nesta quarta-feira (05) sobre a repercussão da morte de um bebê na maternidade administrada há 47 anos pelas Irmãs CordiMarianas – Congregação das Filhas do Coração Imaculado de Maria, sediada na cidade de Santa Rita. A religiosa informou que a direção da maternidade designou uma equipe para dar apoio social e psicológico à família que perdeu um recém-nascido, na semana passada.

E para esclarecer esta e outras possíveis ocorrências, a fundação determinou a criação de uma comissão para apurar todos os casos oficializados em conjunto com a ouvidoria da casa de saúde. Determinou que uma equipe de apoio social e psicológico

Após publicar uma nota de esclarecimento sobre o caso que repercutiu na Paraíba, em entrevista exclusiva ao portal Polêmica Paraíba, Irmã Suely reafirmou o compromisso de defender a vida e lamentou profundamente a morte do recém-nascido ocorrida no dia 29 de março.

“Nada do que seja dito vai reparar ou diminuir a perda dos pais. Só Deus pode confortar a família. Mas, nós enquanto direção da maternidade, estamos empenhados em esclarecer todos os fatos e tomar as devidas providências cabíveis”, afirmou Irmã Suely, presidente da fundação.

Para apurar essa e outras possíveis denúncias contra a unidade de saúde administrada pela fundação, a Irmã Suely se reuniu com a administração do Hospital e Maternidade Governador Flávio Ribeiro Coutinho e determinou a formação de uma comissão responsável pela auditoria de todas as reclamações apresentadas à ouvidoria das unidades de saúde.

Há 60 anos, o Hospital Governador Fávio Ribeiro Coutinho presta serviços de saúde em Santa Rita. A maternidade realiza mensalmente cerca de 200 partos de forma humanizada. Além do município de Santa Rita, o hospital e a maternidade atendem pacientes de mais quinze municípios circunvizinhos.

Segundo informação da presidente da Fundação Governador Flávio Ribeiro Coutinho, Irmã Suely, todas as denúncias e sugestões à unidade de saúde da instituição filantrópica administrada pelas Congregação das Irmãs CordiMarianas podem ser apresentadas através do número de Whatzapp: (83) 99968.0117.

O caso – um bebê, recém-nascido morreu na semana passada na Maternidade Governador Flávio Ribeiro Coutinho. O fato gerou uma grande repercussão nas redes sociais. Segundo a equipe técnica do hospital, o bebê nascido com vida, terminou indo a óbito. Com o objetivo de conseguir uma perícia detalhada sobre a causa da morte do recém-nascido, a equipe médica decidiu encaminhar o bebê ao Serviço de Verificação de Óbitos (SVO), mas o pedido de remoção do corpo foi negado pelo pai, que confirmou esse detalhe em entrevistas concedidas a programas de TV.

Polêmica Paraíba , Big Pb

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo