PARAÍBA

Advogado afirma que ex-primeira-dama da PB já está fora do Brasil

Pâmela Bório está sendo processada pelo ex-marido, o ex-governador Ricardo Coutinho, por ter levado o filho deles para os atos golpistas do dia 8 de janeiro

Foto: reprodução redes sociais

BigPB – A ex-primeira-dama do estado da Paraíba, Pâmela Bório, é uma das procuradas pela polícia acusada de participar dos atos terroristas do dia 8, em Brasília. Ela também está sendo processada pelo ex-governador da PB, Ricardo Coutinho, por ter levado o filho deles, de apenas 12 anos, para os atos golpistas. Ele está pedindo a guarda do filho.

Pâmela checou a construir provas contra ela mesma, ao gravar imagens pelo celular  ao lado do filho, durante os atos, e publicar em suas redes sociais, com a frase “não vamos entregar o nosso país sem Luta”. O filho também aparece falando nas redes sociais da ex-primeira-dama.

Ela, que também é jornalista, chegou a alegar que estaria fazendo cobertura jornalística da invasão. Porém depois da repercussão negativa de sua imagem com o filho, em suas redes sociais, Pâmela desapareceu.

O programa Fantástico da Rede Globo divulgou no domingo (15), que Pâmela estaria em Brasília incomunicável. Já o advogado Ricardo Alvarenga, que faz a defesa de paraibanos presos em Brasília, acusados de participar dos atos golpistas, disse ao programa Arapuan Verdade, da Rádio Arapuan FM, nesta segunda-feira(16), que a ex-primeira-dama já estaria fora do Brasil.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo